Matérias Cadastradas

Notícias

24/06/2017 às 17h15m45s

Notícia acessada 197 vezes

Sindicato denuncia contratação irregular de vigilantes na UEPB


O presidente do Sindicato dos Vigilantes de Campina Grande, Edmir Bernardo, denunciou durante entrevista na tarde desta quinta-feira (21) , que a Universidade Estadual da Paraíba realizou contratação irregular de vigilantes.

Segundo Edmir, houve um corte de profissionais que fazem a segurança na unidade, mas ao mesmo tempo, a UEPB contratou outros profissionais com regime e vinculo empregatício irregular.

De acordo com o sindicalista, os novos vigilantes trabalham sem armas, não recebem adicional noturno e seguem 12 horas de trabalho interruptas.

Edmir revelou que acionou a justiça e aguarda que a reitoria da UEPB tome providencias e regularize os profissionais.

– No ano passado a universidade reduziu o quadro de vigilante. Tirou em torno de 60 vigilantes da empresa que prestava serviços. E depois disso a UEPB fez uma seleção sem vinculo empregatício onde trabalha 21 horas seguidas, sem adicional noturno e com uma serie de irregularidades. O sindicato entrou com uma ação na justiça e estamos esperando que a universidade cumpra a decisão – frisou.


    Fonte: Paraibaonline