Matérias Cadastradas

Notícias

30/01/2015 às 17h20m02s

Notícia acessada 393 vezes

PF em operação contra irregularidades em empresas de segurança privada


Brasília/DF - A Polícia Federal deflagrou hoje, 29, a Operação Advento que apura irregularidades no funcionamento de empresas de segurança privada. A participação de um servidor do Órgão está sendo investigada.

Estão sendo cumpridos 9 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e na cidade de Buritis/MG

A investigação, iniciada em outubro de 2014, identificou a prática de crimes como a corrupção ativa e advocacia administrativa. O policial federal envolvido é suspeito de solicitar vantagens indevidas para favorecer algumas empresas de segurança privada.


Controle de Segurança Privada

Conhecida por suas ações de investigação, a Polícia Federal também atua como Polícia Administrativa, regulamentando e fiscalizando uma série de interesses e direitos do cidadão. Uma destas atividades da PF é o controle das empresas de Segurança Privada, um trabalho que é feito como forma de garantir que a sociedade tenha à disposição empresas e profissionais capacitados a exercer a atividade. Carteira Nacional de Vigilante, registro de certificado de formação de vigilante, plano de segurança bancária, certificado de vistoria de carro-forte são alguns dos exemplos de documentos expedidos pela PF nesta área.

Caso conheça alguma fraude na área segurança privada, ou atuação clandestina de seguranças, o Departamento de Polícia Federal orienta o cidadão que a denúncia seja encaminhada para o e-mail dicof.cgcsp@dpf.gov.br ou para a unidade da Polícia Federal mais próxima.


Operação Advento

O nome da operação é uma referência ao fato de que, para obter vantagens e mascarar a solicitação de propinas, um dos investigados solicitava às empresas a doação de cestas básicas para uma instituição de caridade ligada a uma Igreja de confissão adventista.


    Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal